Páginas

sábado, 3 de dezembro de 2011

Os melhores de 2011

Em convite aos leitores do blog Shogunidades, através do Facebook, foi solicitado uma lista dos melhores lançamentos do ano de 2011. Enviei minha lista e a apresento aqui, com a inclusão de mais alguns álbuns... completando, para mim, os 15 melhores álbuns de rock/metal lançados em 2011.
Ps. esse foi um ano corrido, e eu não acompanhei os lançamentos de bandas mais undergrounds... não tive muito tempo nem pra escutar muitas vezes alguns dos que estão nessa lista, mas de ouvir poucas vezes me marcaram demais, como o caso do Arch Enemy e do Anthrax.
Ps. II. as posições a partir do sexto são meramente "ilustrativas"; somente as cinco primeiras correspondem a uma ordem de melhores que eu estabeleci mesmo.


#1
Dream Theater - A Dramatic Turn of Events

Um novo clássico na discografia da banda, um disco que fez os fãs se recordarem de álbuns clássicos como "Images & Words" e, de quebra, ainda traz um novo hino para o metal progressivo: 'Breaking All Illusions'.


#2
Whitesnake - Forevermore

Belíssimo disco dos mestres do hard rock blueseiro... esse disco do Whitesnake é a formula ideal entre a pegada oitentista 'farofa' da banda, com a veia mais hard 'n' blues dos primeiros discos. Não só dos melhores do ano, como um dos melhores da discografia da banda de Coverdale.


#3
Krisiun - The Great Execution

A banda mais influente do death metal da última década, simplesmente isso. Lançou um disco variando um pouco sua sonoridade, com passagens mais lentas e (ainda mais) trabalhadas, às vezes com uma pegada até mais thrash metal. 'Blood of Lions' é uma canção espetacular.


#4
Machine Head - Unto the Locust

Pesado, quebrado, canções longas... tudo que eu MAIS gosto num disco de thrash metal. Sem mais o que dizer.


#5
R.E.M. - Collapse Into Now

Um grande disco de despedida para essa grande banda americana. Um "adeus" digno, lançando o melhor disco desde 1996. Estão lá a velha e boa voz triste de Michael Stipe, as letras sérias, e as canções alegres e engraçadas


#6
In Flames - Sounds of A Playground Fading

Uma grande surpresa para mim, fui ouvir esse disco sem muita pretensão, visto que não era uma banda que me agradava muito. Escutei, achei bom demais e fui atrás do resto da discografia. Se tornou uma das minhas bandas favoritas no estilo. Grande álbum, porém teve certa 'resistência' de boa parte dos fãs, devido a algumas mudanças de sonoridade em comparação aos velhos discos.


#7
Mastodon - The Hunter

Louco, insano, desafiador. Eu meio que defino o Mastodon assim. Tudo isso com uma pitada enorme de riffs à lá Tony Iommi.


#8
Cavalera Conspiracy - Blunt Force Trauma

Rápido e agressivo. Se o disco anterior eu considerei como uma evolução natural de "Chaos A.D.", esse soa como uma completa renovação, sem a parte "inovadora" do conceito. Apenas um lindo álbum de thrash metal com doses letais de hardcore


#9
Anvil - Juggernaut of Justice

Depois de assistir ao documentário da banda, tudo referente a essa banda ficou mais emocionante. É bom vê-los lançando um álbum com ótimas canções, bons refrãos e ótimos riffs. Um excelente disco de heavy metal tradicional


#10
Symphony X - Iconoclast

Esses caras conseguem transitar pelo lado mais melódico e pelo lado mais progressivo sem se tornarem cópias baratas de Helloween ou Dream Theater, e acabaram se tornando uma das bandas mais originais do estilo. Coroam a discografia com esse que é, no mínimo, um de seus três melhores discos.


11#
Foo Fighters - Wasting Light

Na falta de álbuns clássicos das grandes bandas de rock, 2011 foi uma surpresa com R.E.M. e com Foo Fighters, que lançou, na minha opinião, o melhor disco de sua discografia. Consistente como nenhum outro da banda, "Wasting Light" traz 11 ótimas canções, com destaques para 'Arlandria', 'Dear Rosemary', 'White Limo' e 'Rope'.


#12
Anthrax - Worship Music

Gosto muito dos discos com John Bush, mas esse álbum, que marca o retorno de Joey Belladona, parece um retorno triunfal a uma sonoridade verdadeiramente thrash metal que, na minha opinião, havia se perdido um pouco.


#13
Yes - Fly From Here

A maior banda de rock progressivo da história? Talvez sim... um grande disco, indicado para aqueles que são fãs do Yes até o álbum "Drama" (antes da banda se tornar mais comercial), esse álbum é uma espécie de continuação daquele. A escolha do novo vocalista foi ótima, já que a intenção ao substituir Jon Anderson foi simplesmente emular o antigo vocalista, já que o novo tem a mesma voz. 


#14
Arch Enemy - Khaos Legions

 Adoro os refrãos, as melodicas e, claro, as interpretações de Angela Gossow nesse álbum. Mais uma vez, um lançamento que me fez procurar mais as coisas velhas dessa banda que eu, idiotamente, ignorava quase que de propósito.


#15
Red Hot Chili Peppers - I'm With You

Mais um grande álbum do RHCP, com passagens sempre muito boas do baixista Flea, grandes melodias vocais e um guitarrista que caiu muito bem para a banda. Assim como o do Foo Fighters, um disco consistente do início ao fim

Um comentário:

M.V "Shogum" disse...

Já que agora está ouvindo In flames te recomendo os discos Colony, The Jester Race, Reroute to Remains e o Come Clarity.