Páginas

sábado, 13 de agosto de 2011

Metallica: 20 anos de um clássico


Nesta semana, mais precisamente ontem dia 12, o álbum Metallica, quinto disco completo de estúdio do Metallica, mais conhecido como Black Album, completou 20 anos de lançamento.
O disco levou a banda a um outro patamar de popularidade e, embora muitos fãs das antigas digam que foi nesse álbum que a coisa começou a desandar, não há como negar a qualidade do disco e das composições.
As canções já não eram mais tão velozes quanto as de antes, e nem tão técnicas como, principalmente, as do disco anterior, "... And Justice for All". E as letras mais políticas do já citado álbum anterior deram espaço a letras de caráter mais pessoal do vocalista James Hetfield.
Produzido por Bob Rock, que continou trabalhando com a banda até 2003, o disco conta com clássicos e hits como: "Enter Sandman", "Sad But True", "The Unforgiven" e "Nothing Else Matters", todas figurinhas fáceis em qualquer show do Metallica hoje em dia, além das também conhecidas "Wherever I May Roam", "Of Wolf and Man", e outras duas que eu dou destaque: "Through the Never" e "My Friend of Misery", essa última sendo a única colaboração do baixista Jason Newsted como compositor no álbum, além de "Don't Tread on Me" que foi um dos singles do disco.

Dois documentários podem ser vistos sobre a, talvez polêmica, gravação e produção desse clássico do heavy metal: A Year and a Half in the Life of Metallica e Classic Albums: The Black Album.
Gravações ao vivo da tour do black album podem ser ouvidas no box Live Shit: Binge & Purge.

Sempre presente em qualquer lista de "grandes álbuns de todos os tempos", Metallica acaba sendo o primeiro disco que os novos fãs do Metallica escutam, e ao mesmo tempo é o último álbum que os fãs "das antigas" também admiram, pois nos discos seguintes a banda deu uma guinada radical em sua sonoridade, tendo voltado às raízes somente com Death Magnetic em 2008.


Nenhum comentário: