Páginas

quarta-feira, 2 de março de 2011

Shogun x Jones




Muito tem se comentado sobre a próxima disputa de cinturão dos meio-pesados do UFC, envolvendo o brasileiro Maurício Shogun Rua. Tudo começou com a definição de que seu adversário seria Rashad Evans, tempo depois, quase dois meses antes da luta, Rashad se machuca e Jon Jones, ainda dentro do otctogono após vencer Ryan Bader, recebe a notícia de que com a vitória, ele é o próximo desafiante do cinturão. Claro que tanto Jon quanto Ryan, com a contusão de Rashad, sabiam que o vencedor da luta seria o próximo "contender".
Com a escalada de Jon Jones até a luta do cinturão, vem a questão? É páreo duro para o brasileiro? Seria melhor lutar com Rashad?
Primeiro, o Shogun não é um cara de escolher adversário. O único problema dessa luta foi o tempo de anúncio dela, com a contusão de Rashad, isso deu mais ou menos um mês e meio para cada lutador preparar a estratégia, um para o outro, sendo que o tempo médio/mínimo para a preparação para uma luta é de três meses.
Segundo, estratégicamente, lutar contra Rashad e Jones dá na mesma porque os dois são wrestlers e os dois não são trocadores em pé no nível do Shogun, ou seja, a estratégia tanto de Rashad quanto de Jones seria: derrubar. Rashad derrubaria pra amarrar a luta, Jones derrubaria pra nocautear no ground 'n' pound. É esse o único quesito que faz com que lutar com Jones seja um pouco pior. Jones, no chão e por cima, é perigoso.
Dono de um estilo particular e técnico de lutar, Shogun não é nenhuma criança de MMA, atual campeão do UFC, o curitibano já foi campeão do GP do Pride e coleciona vitórias sobre nomes como Lyoto Machida (alguns até consideram como duas vezes), Chuck Liddell, Mark Coleman, Alistair Overeem, MinotOuro (uma das melhores lutas da história do MMA), Ricardo Arona e Rampage. E ainda possui um jogo de chão defensivo muito bom.
Falando estratégicamente, acredito que Shogun entrará para nocautear o mais rápido possível. Não entrará afobado, soltando golpes a torto e a direito, mas vai focar nas brechas do Jones pra nocautear. Ele sabe que se não nocautear logo, o risco de ficar sendo quedado pelo Jones é grande já que, talvez, o ponto mais fraco do jogo do Shogun é a defesa de quedas.
Jon Jones é a "sensação" da meio-pesado já tem algum tempo, mas particularmente, ainda não sei "por que". A única coisa que me chama bastante a atenção no Jon Jones é o tamanho dele, ele tem tamanho pra ser lutador da peso-pesado. Será que ele sofre da síndrome de alguns lutadores por aí que cortam muito peso só pra lutar na categoria de baixo a de seu peso normal? Com certeza sim. De altura, o cara tem 1.94. NENHUM peso-pesado top do UFC hoje tem essa altura. Pesar em off, deve pesar uns 105/110kg, peso que caras como Minotauro e Cro Cop lutam no peso-pesado. Mas voltando a "sensação do momento"... Jones tem um cartel de doze vitórias e uma derrota, poderiam ser treze vitgórias sem nenhuma derrota se ele não tivesse desferido em Matt Hamill cotoveladas ILEGAIS, o que fez com que ele perdesse a luta (viu como tem regras no MMA? =P). Suas performances mais impressionantes foram essa contra o Matt Hamill, em que ele executou com maestria o jogo do wrestler: quedar e ground 'n' pound, depois contra Brandon Vera ele fez a mesma coisa. E depois contra Vladmir Matyushenko ele fez a mesma coisa. Ou seja, o rapaz é bom, mas só tem um jogo, né? Algum desses caras é algum cara top na categoria? Não. Matt Hamill é bem raçudo, mas não acredito que chegará a disputar cinturão algum dia. Brandon Vera foi demitido dia desses após sofrer um massacre do brasileiro Thiago Silva. E Vladmir é um quarentão que luta ainda por amar o esporte, mas não tem mais condição técnica de lutar contra esses jovens. Ainda não entendo nem porque essa luta dele com o Jones aconteceu.
A luta de Jon Jones contra Ryan Bader também foi boa, mas eu sempre achei que Bader não oferecia muitos riscos ao Jon Jones. Pra começar, ele chegou até a essa luta ganhando roubado do Minotouro.
Em resumo: esse oba-oba pra cima do Jones é mais pela sua força física e pela maneira com a qual ele lutou e destruiu os três adversários medianos que listei acima. A galera deve achar que é fácil assim derrubar e amassar no ground 'n pound um lutador top como o Shogun. Calma, gente... Jon Jones é bom? É. Tem futuro? Tem. Pode vencer o Shogun? Pode. Não está disputando o cinturão a toa... mas ele nunca enfrentou um top, esse será seu primeiro grande desafio e se passar por Shogun, facilmente ou não, aí sim o meme com o Jones será justo.
Aposto no Shogun pela experiência. Jones tem vantagem física e de wrestler nas quedas. Mas acho que Shogun tem a experiência de jogar por baixo e vai acabar se livrando da posição, manter a luta em pé e desferir golpes que encerrarão a luta a seu favor com um nocaute ou um nocaute técnico.

Nenhum comentário: