Páginas

sábado, 7 de agosto de 2010

UFC 117


Hoje rola o UFC 117, a edição chamada pelos fãs de Brasil x EUA, pelo fato das cinco lutas do card principal (há ainda um undercard não televisionado) serem de brasileiros contra americanos. O presidente do UFC, Dana White, diz que não foi proposital e que aconteceu naturalmente. Não tenho dúvidas de que isso é verdade visto que o evento em nenhum momento anunciou um suposto "Brasil x EUA", isso veio dos fãs.

Vou fazer comentáios sobre as cinco lutas principais e dar meus palpites...









A primeira luta do card principal é:

Roy Nelson x Junior dos Santos (Cigano)



Roy Nelson tem um cartel um pouco maior que Cigano, e já enfrentou alguns tops da categoria, e vem de dois nocautes seguidos, além do título do reality show "The Ultimate Fighter", organizado pelo próprio UFC. Já o brasileiro Cigano, tem um cartel menor, porém a sequência de lutas que Cigano vem é fantástica. Desde sua estréia no UFC ele nocauteou todos os cinco adversários, e que adversários: Fabrício Werdum, Stefan Struve, Cro Cop, Gilbert Yvel e Napão.
O vencedor desta luta justamente, já anunciado pelo presidente do UFC, será o próximo desafiante ao cinturão dos pesos-pesados. Acho justo com o Roy Nelson e injusto com o Cigano. O Cigano já merecia ter disputado o cinturão desde que ganhou do Cro Cop. E essa de hoje já será sua terceira luta após aquela.
Os dois são trocadores, gostam de lutar em pé. Cigano mais ainda. Roy Nelson tem um chão mais afiado, em uma luta de submission (jiu-jitsu sem quimono) ele já deu um calor no Frank Mir. Cigano é maior, tem mais envegadura (como podem ver na foto) e acredito que tem mais chances de nocautear, até porque ele tem o melhor boxe dos pesos-pesados. Porém, se o Roy Nelson sentir que está em perigo na luta em pé e conseguir derrubar o brasileiro, pode ser perigoso no chão.
Minha aposta: Cigano por nocaute, no primeiro round.

--------

Matt Hughes x Ricardo Almeida


Matt Hughes tem muito mais experiência que o brasileiro "Cachorrão", o cara tem 51 lutas com 44 vitórias, e é um dos hall of famers do UFC, além de já ter sido campeão dos meio-médios.. Antes de falar sobre a luta, é bom escreve sobre em que circunstâncias ela vai ocorrer. Há quatro anos Matt Hughes ganhou de Royce Gracie, e há alguns meses atrás, ganhou de Renzo Gracie. Renzo é o treinador e líder do time do Ricardo Cachorrão, e no espírito de "vingar seu mestre" pediu para o UFC para lutar contra Hughes. É bom escrever também que o clima pra essa luta não é de guerra, não é aquela coisa cinematográfica de "vou vingar meu mestre". Os dois se respeitaram muito nas entrevistas, na coletiva, na pesagem, e até se abraçaram. Hughes disse que entende o pedido de cachorrão para lutar contra ele, até mesmo porque ele próprio quando viu seu mestre (Pat Miletitch) perder no UFC há anos atrás, pediu ao UFC para lutar contra quem o venceu.
Hughes é wrestler, Cachorrão é jiu-jiteiro. Mas Hughes também sabe jiu-jitsu, já finalizou muita gente, mas também já foi finalizado. Cachorrão gosta dos estrangulamentos, cinco de suas doze vitórias foram por estrangulamento (Mata-leão, triângulo ou guilhotina).
Minha aposta: luta bem movimentada e no chão, Hughes tentando ficar por cima no ground 'n' pound, e Cachorrão tentando finalizar de todas as maneiras. Acredito que dá Cachorrão com uma guilhotina em alguma tentativa do Hughes de derruba-lo. No terceiro round.


---------


Clay Guida x Rafael dos Anjos


Luta de peso-leve eu nunca fui muito fã, exceto por alguns raros lutadores da categoria que fazem lutas boas. Aqui estão dois deles, especialmente o Clay Guida que dá um show antes mesmo de entrar no octógono. Sua entrada ao som de "My Hero", do Foo Fighters é empolgante e faz até com que a gente torça pelo cara. Guida é aquele cara que sempre bate na trave, ele sempre ganha umas duas, três lutas, e quando ele precisa ganhar mais uma pra ter a chance do cinturão ele perde. Mas é um dos lutadores que vai durar no UFC porque ele é raçudo, ele é tipo aquele jogador até ruinzinho mas que a torcida gosta porque ele é muito raçudo. E "ruinzinho" foi só exemplo, porque ele é ótimo lutador. Clay é aquele cara que faz as lutas que o público (principalmente americano) gosta: trocação do início ao fim, muito sangue e muita raça. Por isso suas lutas acabam bastante em decisão dividida dos juízes, porque ele soca e dá espaço pra ser socado, os juízes nunca se entendem em quem de fato venceu a luta.
Rafael dos Anjos é um lutador de jiu-jitsu que vem de três vitórias seguidas no UFC, após estrear no evento com duas derrotas. Uma vitória sobre Guida hoje o coloca certamente entre os tops da categoria pra disputar o cinturão. Acredito muito no jiu-jitsu de Rafael para essa luta, principalmente se pegar as costas do Guida, que já soma três derrotas por mata-leão na carreira.
Minha aposta: Guida vai querer trocação, Rafael vai querer ir pro chão. Acho que Rafael vence com um mata-leão ou um armlock no segundo round.


--------


John Fitch x Thiago Alves


Uma revanche nos meio-médios, em 2006 Fitch nocauteou Thiago Alves, e Alves esperou quatro anos para ter revanche contra Fitch, que é o grande amarrão do UFC, suas lutas são EXTREMAMENTE chatas de assistir, porém ele é eficiente. Para se ter uma idéia, suas últimas sete lutas acabaram na decisão dos juízes, somente uma derrota, quando disputou o título contra o campeão dos meio-médios St. Pierre. Por que são chatas? Porque ele é um wrestler amarrão... wrestler gosta de derrubar, ficar por cima e amassar no ground 'n' pound. Tem wrestler que conseguem terminar a luta desse jeito, como Brock Lesnar, por exemplo, mas o Fitch não... ele derruba, fica por cima, mas não consegue nocautear ou finalizar o adversário e aí fica aquela luta chata de assistir. Thiago Alves é um trocador nato, gosta de lutar em pé e tem uma base de Muay Thai muito boa, tanto que nunca finalizou ninguém, sempre nocauteou ou ganhou na decisão dos juízes.
Minha aposta: é bem claro o jogo dessa luta: Fitch vai tentar por pra baixo e Alves vai tentar ficar em pé. Fitch derruba bem, e Alves não tem uma defesa de queda tão boa (St. Pierre fez o que quis com ele). Se nos momentos em que a luta estiver em pé, Thiago conseguir acertar golpes contundentes, ele leva a luta, e é isso que eu acredito que vai acontecer. Thiago Alves ganha por TKO após dar um knockdown e socos na sequência, isso no segundo round.

--------


Anderson Silva x Chael Sonnen




A principal luta da noite é a disputa do cinturão dos pesos-médios entre o brasileiro campeão A. Silva e o desafiante Chael Sonnen. Quem vê a foto pode pensar que o brasileiro é arrogante. Isso é só uma resposta ao comportamente infantil do americano, que desde que foi anunciado como desafiante ao cinturão vem falando muita merda sobre o Anderson (e seus companheiros de time, por tabela), não vou listar aqui as bobagens que ele falou, até porque foram muitas, mas o Anderson foi até muito gentleman com ele ao não responder nada e se limitar a dizer que "na hora da luta é que as coisas acontecem de verdade".
Anderson é hoje, principalmente depois da derrota de Fedor, o número 1 do mundo entre todos os pesos. Está invicto desde janeiro de 2006, nunca perdeu no UFC, e já vai para a sua sétima defesa de cinturão (oitava, na verdade, mas uma não conta porque o adversário não bateu o peso) seguida, além de já ter lutado na categoria de cima (meio-pesados) duas vezes e ter nocauteado os dois adversários.
Anderson vem de uma luta polêmica contra o brasileiro Demian Maia no UFC 112, após brincar e ofender o adversário no octógono e, segundo ele, fez isso porque o Demian o ofendeu como lutador e faixa-preta, e por ter tido a chance de acabar logo com a luta e ficar "enrolando" por cinco rounds, e tudo o que o UFC quer é que Anderson mostre realmente uma luta boa essa noite e que se tiver chance de acabar com a luta, que o faça.
Sonnen vem de três vitórias seguidas no UFC, após estrear com derrota (para o mesmo Demian Maia). As três vitórias foram por decisão dos juízes.
O ponto fraco de Sonnen é o jiu-jitsu, de duas dez derrotas, sete foram por finalização. E o Anderson, apesar de mestre na trocação, no chão de bobo não tem nada, já finalizou muita gente boa de chão (Dan Henderson que o diga).
Minha aposta: Sonnen como wrestler vai querer derrubar Anderson, até porque hoje em dia ninguém troca em pé tão bem como Anderson. Ele sabe que é inferior ao brasileiro na trocação. Ao derrubar Anderson (o que é difícil), Sonnen vai tentar o ground 'n' pound, já vimos Anderson em situação adversa no ground 'n' pound, porém ele sempre saiu delas em busca da finalização. Anderson tem um excelente defensive grappling. Se o Anderson não for derrubado, ele nocauteia, se ele for derrubado, ele finaliza. Acredito em Anderson por nocaute. Se ele brincar ele nocauteia no segundo round, se ele lutar sério ele nocauteia no primeiro round, com menos de dois minutos.

Nenhum comentário: